Visita Técnica aos EUA

Os diretores da GRECA ASFALTOS, Eng. Marcos Rogério Greca e Eng. Armando Morilha Jr., em companhia de estudiosos e interessados em Asfalto Borracha, empreenderam uma visita aos principais centros de Asfalto Borracha da Costa Oeste dos Estados Unidos.
A delegação visitou órgãos oficiais e instituições, como o ADOT – Arizona Department of Transportation, a Escola de Engenharia da Arizona State University e o CALTRANS, que possuem larga experiência na aplicação de Asfalto Borracha, laboratórios moderníssimos e obras de vários tipos com emprego dessa
tecnologia.
A visita técnica objetivou uma troca de experiências internacional. Os brasileiros puderam ver o estado da arte dessa técnica nos EUA, bem como apresentar o que o Asfalto Borracha terminal blend de alta viscosidade da GRECA ASFALTOS está fazendo no Brasil.
O que difere o Asfalto Borracha terminal blend fabricado nos EUA do ECOFLEX é teor de pó de borracha. Lá é normalmente utilizado de 5 a 10% de pó de pneu, enquanto que o ECOFLEX apresenta de 15 a 22% de borracha moída. Este teor de pó de borracha a mais só é utilizado no continuous blend nos EUA. Ou seja, a forma de fabricar Asfalto Borracha e a definição terminal blend é diferente da brasileira. Por isso, o interesse dos técnicos americanos em entender melhor o Asfalto Borracha terminal blend com alto teor de borracha.
“Ao fim da viagem, percebemos com mais convicção ainda que estamos no caminho certo e que nosso Asfalto Borracha é diferenciado (até pelo interesse de alguns técnicos americanos em conhecê-lo melhor). Outro fator interessante é que temos um gabarito de avaliação de nosso Asfalto Borracha até mais
cuidadoso, pois atendemos às normas americanas e sul-africanas, o que nos dá embasamento e confiança maiores na qualidade de nosso produto.” Eng. Marcos Greca – Diretor do Grupo GRECA ASFALTOS.

Leia a matéria completa no informativo Fatos&Asfaltos nº12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *