Sistema Anchieta-Imigrantes

O Ecoflex, Asfalto Borracha produzido pela GRECA ASFALTOS, continua a ser aplicado em larga escala em algumas das principais estradas brasileiras. A concessionária Ecovias dos Imigrantes, empresa que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, em São Paulo, desde 2002 vem realizando uma série de aplicações em pequena escala a fim de testar o desempenho do Asfalto Borracha em sua malha viária. Vale destacar, além dos trechos pioneiros de CBUQ em abril de 2002 e GAP GRADED (mistura descontínua) em novembro de 2004, os 2 trechos de SMA (Stone Mastic Asphalt) com o Ecoflex, em abril de 2004 e de 2006, sendo o último realizado sem a necessidade da adição da fibra de celulose incorporada à mistura asfáltica.
Baseada no desempenho de algumas dessas aplicações e numa avaliação criteriosa de custo/beneficio, a Ecovias dos Imigrantes decidiu aplicar até o fim do ano mais de 180 mil toneladas de concreto asfáltico com Asfalto Borracha em 146 dos 191 quilômetros que está recapeando no sistema Anchieta-Imigrantes.
As obras de recapeamento fazem parte de um pacote de R$ 48 milhões, destinados à pavimentação de191 quilômetros de pista. É o segundo maior trecho a receber o Ecoflex, feito a base de pneu reciclado. Os trechos em obras são os seguintes, além da serra da Via Anchieta: marginal norte da Via Anchieta, trecho de planalto, entre os km 10 e 18; marginal sul da Via Anchieta, trecho de Baixada Santista, entre os km 58 e 65; trecho de planalto da rodovia dos Imigrantes, entre os km 11 e 40 e toda a extensão da rodovia Padre Manoel da Nóbrega, que liga o litoral sul do Estado ao sistema Anchieta-Imigrantes. A Ecovias pretende chegar a 2010 com todo o sistema formado pelas rodovias Anchieta e Imigrantes pavimentado com o novo produto.


Na próxima edição vamos falar um pouco mais sobre o histórico de aplicações e dos tipos de misturas asfálticas com Ecoflex adotadas na Ecovias dos Imigrantes.

Leia a matéria completa no informativo Fatos&Asfaltos nº6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *